Desde 2006 servindo algumas lasanhas e muitas abobrinhas.

Marcadores

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Vinho barato, conversa fiada e vamos mudar o mundo!

Mesmo rodando por ai, me enganando,
é em seu ombro que vou sempre parar.
E mesmo que tenha estado longe, sonhando
quando eu voltar, você vai me escutar.
As vezes me senti traída, até esquecida.
Foi só um pé de vento que derrubou a roupa do varal.
Roupas sujas foram relavadas e espremidas.
Tudo bem, aquilo não foi normal!
Se fujo, é porque você devia estar na mesma escada
E não aí no térreo onde se enraizou
Eu, triste, ouvi calada
As reclamações por tudo aquilo que não foi.
Mas não vou reclamar, você estará aí
Me ouvirá, mesmo que no fim eu seja a estranha
E comentará como mudei, quando eu sair
Como se fosse uma façanha.

3 comentários:

B disse...

Mto lindo e triste o q vc escreveu embaixo d nossa foto... Senti q foi pra mim... Saiba q estarei SEMPRE p vc, m perdoe! Nunca deixei d t amar...

B disse...

As vezes sou maravilhosa, outras sou um diabinho, sei disso, reconheço meus erros e traições, vc nao mereceu mta coisa q disse e fiz, mas s ajudar, quero q saiba q reconheço...

B disse...

Te ADOOOOOOOOOOOro moça! Bjs