Desde 2006 servindo algumas lasanhas e muitas abobrinhas.

Marcadores

quinta-feira, 3 de julho de 2008

A chapinha.

Os banheiros nos grandes shoppings estão cada vez melhores. Além de espaçosos, com torneiras, saboneteiras e secador de mãos "inteligentes", cheios de espelhos, estão também muito confortáveis! Com puffs muito macios, o que eu acho muito bom, muitas vezes numa área entre a entrada do banheiro e as pias.

E foi num puff desses que me sentei prá esperar minha amiga terminar... o que ela estava fazendo. No outro puff, já estava uma mulher de cerca de 25 anos, muito bem vestida e maquiada, de frente pro espelho que estava à uns 30 cm dela dividindo o cabelo em mini-coques e prendendo com piranhas bem pequenas. Até que eu estava achando bem interessante. Será que era uma nova moda?

Quando a mulher só estava com a parte debaixo do cabelo solta, tirou um frasco de creme capilar da bolsa e passou na parte solta. Depois, como se fosse a coisa mais normal do mundo, tirou uma chapinha de sua enorme bolsa, plugou-a numa tomada (na qual eu ainda não havia percebido a existência, apesar de semanalmente "frequentar" aquele banheiro) e começou a alisar o cabelo. Nessa hora, minha amiga apareceu e fez um gesto para irmos. Mas eu apontei prá outra mulher e puxei-a para sentar no puff, o que ela fez sem resistência.

Eu queria ver até onde essa cena iria. Como uma pessoa faz chapinha em um banheiro de shopping? Tudo bem que posso não compreender a real necessidade de andar sempre com o cabelo teso de tão reto, afinal, meu cabelo é naturalmente liso e sem volume. Mas a mulher já estava com o cabelo liso, provavelmente de escova. Realmente já tava meio volumoso... Mas, não podia esperar até chegar em casa? Será que é normal andar com uma chapinha na bolsa e eu não sei?

Todas que entravam e saiam do banheiro davam discretos olhares para a mulher fazendo chapinha. Minha amiga, mesmo sem me falar nada, visivelmente tava achando graça da cena. A mulher acabou percebendo e nos encarou pelo espelho. Sim, nós estávamos sendo caras-de-pau de ficar assistindo a chapinha dela, mas ela não estava sendo mais cara-de-pau ainda?

A funcionária da limpeza olhava a mulher com desconforto, até que finalmente saiu do banheiro. Eu pensei: "Xi! Vai chamar a segurança do shopping!" Mas a mulher se percebeu, se fez de rogada e prosseguiu mecha por mecha: soltando, passando o creme e passando repetidas vezes a chapinha. Confesso que me deu uma aflição ver uma fumaçinha sair do cabelo sendo enchapado tantas vez. E foi dito e certo! Menos de 2 minutos da saida da funcionária, ela retornou com uma segurança feminina. Ela suspirou e foi prá abordagem. A conversa foi mais ou menos assim:

- Boa tarde, senhora! Sinto incomodar, mas não é permitido a utilização das tomadas desse shopping para a utilização de procedimentos embelezadores, tais como alisamento.

Pensei: "Hum! Falou bonito!" Já minha amiga quase não conteve a risada, tapando a boca com a mão.

- Mas minha senhora, eu não tô alisando o cabelo! Tô apenas tirando um pouco do frizz.

- Eu compreendo. Porém, não poderei permitir que continue, pois não é permitido. Por isso, peço a bondade de recolher seu material.

- Mas eu vou encontrar meu pretê daqui 15 minutos e tenho que estar linda. Por favor...

-Infelizmente, não.
Percebendo que não conseguiria dobrar a segurança, a mulher entre muxoxos de "Faltava pouco prá terminar" e "Como vou aparecer com o cabelo metade liso, metade encaracolado?" recolocou a chapinha na bolsa e foi soltando o cabelo que estava preso. Depois saiu, derrotada, sendo seguida pela segurança. E com o cabelo visivelmente metade lisão/ brilhante e metade meio liso/ opaco.
Espetáculo terminado, saímos também. Confesso que senti pena da mulher. Por mim, teriam deixado terminar logo a chapinha prá ela encontrar com o tal pretê. Depois de tal vexame, ela merecia! O que a gente não tem que passar pra agradar esses homens...
Claro que se tornou o assunto principal entre eu e minha amiga. Ficamos imaginando o que ela faria então... Será que ela iria daquele jeito mesmo encontrar o pretê? Será que ela iria tentar terminar num outro banheiro? Será que ela iria prá casa prá o cara não vê-la sem chapinha?
Pois a resposta descobrimos cerca de três horas depois, na saída do cinema. Lá estava ela, cabelo lisíssimo e brilhantérrimo, numa mesa do fast-food, conversando olho-no-olho com o tal pretê.

27 comentários:

Guilherme disse...

hahaha essa eh boa
xapinha no banheiro
mas podiam ter deixado ela terminar oras

hehe
abraços
http://blogaragem.blogspot.com

Fernando Gomes disse...

Eu gostei.
De primeira vista pensei que fosse mais um daqueles textos chatos falando da importância da chapinha para a mulher moderna.. mas foi um ótimo texto hein.
Não consegui parar de ler.

E a parte da "utilização de procedimentos embelezadores, tais como alisamento." foi definitivamente A MELHOR!

aweuhaweuihaew

;D

conheça meu blog:
http://www.andisaidgoddamn.blogspot.com/

Thiago da Hora Souza disse...

Era esse tipo de atitude que eu esperava da cobradora do ônibus...

Agora pergunto: para que serve então tomada no banheiro de um shopping???

macmaia disse...

Daqui a pouco a galera vai passar a levar um travesseiro e um colchão para tirar um soninho também ahahhahahahhahahah.
Valeu!

www.100ideia.wordpress.com

Tollen disse...

bom, pelo visto ela arranjou um outro lugar pra chapear o cabelo então...
que bom.
Afinal, apesar de ter sido non-sense, nada a ver ser expulsa do banheiro né?
E olha que sou homem. Mas é que acho esse pessoal de shopping muito abusado... principalmente segurança. Eles acordam dizendo 'hoje eu vou mostrar autoridade pra alguém' e sempre acham um adolescente de 18 anos na área do fliper pra tirar onda. 'Por favor, desecoste daí senhor, por gentileza'.

tomar no...

enfim. seu texto tá óootemo. e adorei o final feliz. viva a mulher da chapinha e seu pretê!

uashuass
bjão

Ah..e depois da uma visitada no meu blog aí:
Teatro e Cinema na internet, interessou?

Momo disse...

huaUHauhaUHUAh nossa,como alguém pode tirar uma CHAPINHA da bolsa no banheiro do shopping e começar alisar o cabelo como se fosse normal!? XD Quanta cara de pau! XD
Bem... pelo menos ela conseguiu alisar o cabelo para se encontrar com o tal pretê

Jornalista Azarado disse...

hahahahahahahaha.. Boa historia! E você escreve muito bem... Gostei mesmo!! Você levou a história para um lado que eu não imaginava....rsrsr..

Agora, é incrivel como as pessoas se sentem mais em casa, fora de casa, não é? Daqui uns dias, quema sabe, não estarão tomando banho também...

Fiquei imaginando a cena... Deve ter sido bem engraçado.. E ainda bem que ela conseguiu terminar de se arrumar pro "pretê" dela.. rsrrs.. Ah, coitada.. é sacanagem você não conseguir ir arrumado(a) pra encontrar aquela paquera...

Ah, respondendo a sua pergunta: é que eu sempre vi nhoque ser escrito daquela forma... Ai preferi não arriscar a escrever errado.. rsrsrs...

E quanto ao hosróscopo, somos dois que não entendem nada.. nunca fui ligado a isso... Tem ascendente em não sei o quê, astral em não sei qual planeta, cor do dia... nunca me liguei nisso.. rsrss.. mas realmente sou ligadissimo a familia e bem casca-grossa..uhaauhsuha.. dá uma olhada no Eu - cap.1.. hehehe..

Bjus!!

Anninha disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Ela achou outro banheiro, :P


Mas fiquei pensando o mesmo que alguém postou aqui entre os comentários: pra que servia a tal tomada? ahsuahushahs.

Beline disse...

Não em banheiros de shoppings no Brasil, mas aqui na Europa qualquer banheiro masculino público tem tomadas para ligar o barbeador, e sim, muita gente utiliza o aparelho nesses banheiros, principalemnte em estações de trem e aeroportos. Quem sabe na porta ao lado as "chapinhas" estão a todo vapor...

DJ NEO disse...

um dia quem sabe na outra encarnação quando eu for mulher (ui!).
Vou ser so para ir nos banheiros femininos ver as mulheres peladas!!!

kkk

Abraços
ta show o blog tipico de mulhers!
otimo

DJ Neo

www.blogaioh.blogspot.com

Breno Lucano disse...

O pior é que absurdos como esses realmente acontecem. Será que existe algum livro com estórias assim? Faria sucesso!!!

macmaia disse...

O leão ficou bem gay de chapinha
hahahhahahahhahaha
beijos!

www.100ideia.wordpress.com

caio arroyo disse...

Putz isso que eu chamo de chegar ao limite pelo cabelo rsss, tem que ter muita coragem para fazer chapinha no meio de um banheiro publico

Adilio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
pedagogiadoafeto disse...

Vanessa vc já pensou em ser escritora?
Se a resposta for acredito que você deveria pensr nisso,pois os textos que vc posta em seus blog me prendem de uma certa maneira que não consigo parar de ler enquanto não termina, e olha que eu não sou de ler muito em frente ao pc.
Bjinhux
Ah, meu cabelo é super cacheado e naum gosto de chapinha deixa muito artificial.

Stanley Marques disse...

uhuhuhuhuh Legal! Concordo contigo: podiam ter deixado terminar. Você escreve muito bem!
Obrigadão pela visita no Antologia Racional.

http://www.antologiaracional.com/

Jeff McFly disse...

Olá, Vanessa! Há quanto tempo, né?

Nossa! Que coisa estranha é esse mundo feminino!

Agora acho que se fosse mulher, nunca faria chapinha em banheiro. Acho que seria bi, e olharia miito para as bundas das meninas!

Bjo e vamo que vamo! Link do Lasanha Re-Add no Arroto!

Olhe o Céu disse...

isso é o que dá fazer a menina se sentir em casa.
Banheiro não tem que ter conforto, tem que ser funcional. Ninguém deveria ir lá a passeio...
(super sensível)
Abraço, adorei este teu blog menina.
Abraço
Babi

Mila disse...

Putamerda!

Ri horroreeees...

Imaginei a mulher no Iguatemi (foi la - int.) sentada passando a chapinha... tadinha fiquei c pena tb, eu n ia ligar mto de ir jogada nao, eu nunca ligo mesmo... mas po, sacanation!

bjs lee
para de esc. nao!

Fernanda disse...

Ahahahahaha, coitada geeente, deixava a "leoa" terminar, né?

POxa...

ahahahaha

Ita Santos. disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Tô rindo horrores aqui no trabalho...
Voltou muito bem Van, adorei o texto!
Imagine só! Eu amo escovar meus cabelos e talz mas nunca faria uma coisa assim, ainda mais por causa de namorado...
Eu imaginei a cena no Salvador Shopp, por causa dos Pufs.


Saudades sempre!

Bjocas

Anônimo disse...

que merda de blog!! que falta do que fazer, ficar num shoping xeretando a vida alheia!! nos EUA todo mundo faz o que quer no banheiro, só num pais de tercewiro mundo tem mulheres folgadas que ficam perdendo tempo olhando e criticando a vida alheia!! e o pior uma chapinha não gasta nada de energia e um shoping nordestino tem de reclamar mesmo, pq o povo em salvador vai a shpoing só pra andar e ficar no ar condicionado pq ninguem tem dinheiro nessa terra feia, pobre e fedorenta!!!

Ogro disse...

Que falta do que fazer [2].
Moro na inglaterra e ninguem liga pra isso. Quando pego o metro pra trabalhar, vejo várias mulheres se maquiando e passando cremes no cabelo. Ninguem liga pra isso, ninguem olha, ninguem ri e ninguem chama segurança. No banheiro seria mesma coisa se estivesse passando chapinha. Aqui é cada um tomando conta da sua própria vida.
E eu posso perceber que o Brasil é um dos países mais preconceituosos do mundo: se voce tem nariz grande, é visto por todos como o naregudo, se voce tem boca grande, vira piada, se voce tem orelhas grandes, é chamado de dunga, se é muito baixo ou alto tambem vira piada. Agora se passar chapinha no banheiro, tambem vira piada.

ana disse...

acabei de pensar nas coisas que você escreveu e quando fui buscar uma imagem de leão com chapinha me deparei com seu blog, como pode a falta de bom senso né, rs!um bjo!

Anônimo disse...

nossa chapinha e td de bom mais quando chove que e terrivel nao da tempo de nada

Anônimo disse...

qunto tempo sera que leva a chapinha
queima os cabelos
pode danificar o cabelo

Anônimo disse...

qunto tempo sera que leva a chapinha
queima os cabelos
pode danificar o cabelo