Desde 2006 servindo algumas lasanhas e muitas abobrinhas.

Marcadores

terça-feira, 23 de janeiro de 2007

Uma carta.

Querido Rodolfo,

Nem sei se ainda poderia te chamar de “querido”, mas é um pouco a força do hábito e um tanto da minha vontade que você continue á ser o meu querido. Perdoe-me se te chamar assim não for adequado pra a nossa atual situação e receba a promessa que esta será a última vez.
Recebi seu buquê de rosas vermelhas ontem. Lindas! Você acertou como sempre! Pena que tive que atirar pela janela, junto com aquele vaso belíssimo que sua mãe me trouxe de Nazaré das Farinhas. Óbvio que Dona Carmem já veio reclamar que eu poderia ter acertado um de seus filhos e já recebi a multa pelas mãos constrangidas do zelador, correspondente a 50% do valor do condomínio.
Mas mesmo assim não me arrependo. Pior seria ter que encarar o teu prêmio de consolo por não mais te ter aqui em casa. Ou talvez tenha sido o agradecimento por não ter quebrado a sua cara e todo o restaurante. Percebi que buquês de flores são mortes anunciadas, pois uma fez colhida, por mais cuidados que tenhamos, seu destino é muchar e morrer publicamente. E foi um pouco isso que você fez com meus sentimentos. Eu sei que o que sinto por você pode demorar, mas um dia muchará e irá morrer, mesmo que leve um pouco de mim neste processo.
Sabe o que mais me doeu? O cartãozinho que acompanha as flores estava em branco. Você nem se deu ao trabalho de assinar, seu calhorda! Só soube que você havia enviado porque foi o rapaz da floricultura veio dizendo: “Buquê do Doutor Rodolfo!”. Coitado! Certamente acreditava que se tratava de uma ocasião feliz, como tantas que houve.
Não sei se te faltou criatividade ou se foi calhordisse mesmo: usar o símbolo de tantos momentos especiais, que afinal vivemos pra uma situação tão fúnebre que é a morte de nosso relacionamento.
Vejo que então aquele buquê cumpriu a função de uma coroa de flores no enterro de minha alegria.
Eu devia senti raiva de você! Na verdade o buquê foi nada perto de você ter me levado pra meu restaurante favorito pra comunicar que iria sair de casa pra viver outra mulher, alegando que ela havia engravidado. Eu me arrumei com tanto capricho pra ir com você! Tão iludida! Nunca mais poderei pisar naquele lugar de novo.
Eu poderia te ligar, poderia mandar um e-mail, mas preferi escrever essa carta pra manda-la com seu vinho favorito. Espero que tenha acertado na safra!
E não se preocupe com o valor desse vinho. Deguste bem devagar, explorando com os 5 sentidos como tantas vezes você quis me ensinar. De preferência, pra não estragar seu dia, não consulte seu saldo bancário nem tente usar seu cartão de débito, pois isso pode lhe dar algum desgosto!
Você que sempre deve ter me achado tola, nunca devia ter deixado anotado naquela sua agenda que você guardava aqui em casa, as suas senhas.
Mas isso é outra história!
Um brinde aos tolos que nós dois somos!

Um beijo,
Eleonora

11 comentários:

Ana Paula disse...

uau!!!! adorei o texto!!!! viva a Eleonora!!!!!!

Iaiá disse...

Caraaaaaaaa!!! AMEIIIIII esse texto!! Eleonora rocks!!!

Vc acredita que um ex de minha mãe já fez isso com ela? mas nem se deu ao trabalho de comprar as flores! homens FDP!!! :s

bjos

Anninha disse...

Esses homens são uma peste mesmo! viva Eleonora! Adorei essa moça. Corajosa, como toda mulher deveria ser.

Beijimmm! :*

Noiva disse...

Cara... Virei fã da Eleonora!
\o/

Precisamos de mais Eleonoras no mundo!

Noiva disse...

Cara... Virei fã da Eleonora!
\o/

Precisamos de mais Eleonoras no mundo!

Anônimo disse...

que isso??? Isso sim é uma mulher de atitude, nuss, gostei d+++ deste texto
show de bola

Anônimo disse...

Eleonora, meus parabéns !!!
Gostei demais do seu post, a facilidade com que escreve é admirável, vc nasceu para isso. Tem cada "redator" por aí, que chega doer na alma. Acredito que se vc escrevessse um livro, seria daqueles que lemos a metade, logo na primeira pegada (neologismo?). Outro dia, voltarei, com mais tempo, para ler todo blog. Um abraço carinhoso.

Flávia disse...

Realmente, muito bom! hauahauhaa
Q humor corrosivo! Fantástico!
Com certeza voltarei mais vezes!

Renata Morais disse...

Nossa amei seu texto!!!Bjs parabéns viu qdo souber linkar vou te add como favoritos.bjokas e não some tá!!!

Anônimo disse...

nossa fiquei de queixo caido.....gostei do texto beijos....

Ana Paula disse...

oi menina!!! adorei esse post!! simplesmente demais!!!! tudo bem que eu já elogiei uma vez, mas não custa elogiar de novo né!!rsrs!! obrigada pela sua visita ao diário de carolina!!