Desde 2006 servindo algumas lasanhas e muitas abobrinhas.

Marcadores

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Pessoa, humano.


"Tudo vale a pena quando a alma não é pequena." Frase tantas vezes ouvida e lida, por muito tempo foi a única referência de Fernando Pessoa na minha vida.

Imagina, um poeta português! Logo imaginava que seria complicado compreender sem o auxílio da professora de literatura, assim como era Gil Vicente e Camões. Literatura de colégio: chato, denso, apenas para as avaliações. Não tinha a menor vontade, curiosidade, ânimo de ler algo de Fernando Pessoa.

Até que numa "festa" familiar me deparei com um pocket book com coletênea de Pessoa. Abri ao acaso e me deparei justo com "Tabacaria". Não só entendi o que ali estava, como senti. Algumas páginas a seguir, me deparei com "Poema em linha reta". Duas páginas de pura identificação. Não sosseguei enquanto não comprei um livro para mim. E lá se vão mais de dez anos de puro amor!

Chega a ser reconfortante ler as obras de Fernando Pessoa. "Não sou a única!" É como se fosse aquele amigo que não só diz que "sabe o que você está sentindo". Ele realmente compreende daquela jeito que só a vivência traz. Nas várias Pessoas, ou heterônimos, as várias emoções imperfeitamente humanas se traduzem. "Fernando Pessoa me entenderia."

Acho que um dos motivos de gostar tanto de Fernando Pessoa é a mistura entre sua obra grandiosa com sua vida meio loser. Por Pessoa ser tão Humano.

Por isso que foi com grande alegria que, ao visitar São Paulo, soube que no Museu da Língua Portuguesa dedicou um andar a exposição "Fernando Pessoa: plural como o universo". Que alegria me encontrar mais uma vez com meu grande amigo! Passei uma hora muito agradável no labirinto poético de Pessoa.

Claro, recomendo (muito) que quem esteja em São Paulo, vá também. Há fotos, livros, vídeos, trechos de obras para iniciantes e iniciados. Mas, quem não está em São Paulo há a opção do site: aqui.

Outra dica é o documentário exibido pela Globo News "Fernando Pessoa: O Poeta Fingidor" que pode ser vista através do blog da série aqui.

As fotos foram tiradas por mim na exposição citada.

8 comentários:

Arih disse...

Ah, confesso que de início não estava entendendo muito bem o que você quereria passar, mas agora na metade para o final compreendi perfeitamente. Adoraria está em SP apenas para ir neste evento. Gosto muito de eventos relacionados a cultura, artes e afins. Ótima dica, Vanessa Lee. Seu blog é um primor.

m. disse...

Conheço muito pouco de Fernando Pessoa, mas deu vontade de conhecer um pouco mais depois de ler seu post.

Beijos!

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

Não conheço ninguem que não se identifique com pelo menos um poema ou verso de Fernando Pessoa. É praticamente uma unanimidade.

William disse...

Grandes citações de Fernando Pessoa. Gênio!
Ótima sexta feira pra ti.

Adriano Ferreira, CM disse...

morro de inveja de quem vive em sao paulo. toda cultura chega aí primeiro. na minha adolescencia minha santíssima trindade era composta por f. pessoa, drummond e vinícius de morais. bons tempos, boas leituras, tanta poesia. hoje leio mais prosa, mas sempre que me percebo meio rebuscado demais, volto a leveza da poesia, especialmente a poesia do pessoa, do drummond e do manoel de barros.

abraço, adorei o blog, vou seguir

Arianne Carla disse...

Atualizações, kdkd?

Larissa Bohnenberger disse...

Pessoa é um dor meus poetas preferidos. Lindo texto!

Bjs!

Anônimo disse...

RETARDADA! nao sabe escreve é que fica falando mensagem profunda pra toca o coração.colona.