Desde 2006 servindo algumas lasanhas e muitas abobrinhas.

Marcadores

terça-feira, 16 de outubro de 2007

Bem no 12 de outubro/ Ela é quem diz tudo/ Lá vai ele e seu terno amor

5 h da madrugada.
CATAPUMPUMPUM PUMPUMPUM CATAPUMPUMPUMPUMPUM...
Uns três minutos de fogos de artifício. Claro que já no primeiro estouro eu levei um susto danado! Coração acelera e continua acelerado mesmo depois de eu lembrar que é 12 de outubro e que os fogos vêm da Igreja de Nossa Senhora Aparecida, aqui no bairro.
Mesmo depois de mais de dez anos morando no bairro, ainda não acho certo em pleno feriado estourarem tantos fogos tão cedo. Nos feriados esperamos poder dormir até mais tarde e não acordar com um susto desses! Afinal, nem todos somos católicos e se os fogos viessem de alguma outra Igreja ou casa de Candomblé, seria considerado inadimissível.
Acreditem, eu não sou uma anti-católica. Muito pelo contrário, inclusive estudei por 5 anos em uma escola católica. Porém, acho que esses fogos são um abuso, pois incomodam o sono daqueles que querem descansar.

Mas é o feriado do dia das crianças e tudo bem! Aaaaaaaahhhhhhh, dia das crianças!
Procuro meu presente e óbvio, não encontro... Já argumentei para minha mãe que para os pais, os filhos nunca crescem, por isso permanecem crianças, mas não cola. Paciência! Se bem que me dá certa saudade das bonecas com “Criança Esperança” passando na tv...
Resolvemos tomar café numa delicatessen conhecida da cidade. Estavam montando uma cama de elástico e o som mecânico na parte exterior estava tão alto que afastou de vez o sono que ainda estava. Nem eram 8 hs e há prédios residenciais. Mirei as cortinas cerradas das janelas dos apartamentos dos primeiros andares e de novo me lembrei dos fogos às 5 hs. No som, um grupo infantil cantando covers da “Dança da Motinha”, do “Bonde do Tigrão” e outras pérolas musicais (inclusive “Anna Julia”, o que me rendeu algumas piadas das pessoas que me acompanhava). Na cama elástica um menino pulava alegremente.

Na volta pra casa, o carro parou em três semáforos, todos com crianças pedindo esmola em nossas janelas. A cena que já é normalmente triste, pra mim piora nessa data. Será que realmente esse dia é feliz para todas crianças? Eu sei qual é a resposta.
Penso em meus alunos e acho bom que pude comprar um joguinho simples para todos eles. Pelo menos terão algum brinquedo novo.
Mas o dia prossegue! Crianças exibindo seus presentes aqui no prédio, numa não tão velada competição com seus coleguinhas, desenho na sessão da tarde, um siesta looonga... Não sou católica. Segundo minha mãe, não sou mais criança. De outubro é mais um feriado, uma oportunidade para borboletar!
Mas não só...
“12 de Outubro” também é o nome da música que mais gosto do Bogary, último cd do Cascadura. Essa banda é de Salvador e esse ano está fazendo 15 anos. Por isso vêm fazendo uma série de shows, todos muito bons e animados. Só pra localizar pra a galera MTV, o guitarrista da Pitty, Martim, era do Cascadura antes.
Puxa, é uma dica: Conheçam o Cascadura! Principalmente quem gosta de rock e é de Salvador. Vá aos shows, você irá se divertir muito!
E mesmo quem não é de Salvador, clique no nome da música abaixo e conheça mais uma banda legal!


12 de Outubro
(Fábio Cascadura)


Outra vez pelo mundo
Reluzente de orgulho
Lá vai ele e o seu terno amor

Bem no 12 de outubro
Ela é quem diz tudo
Lá vai ele e o seu terno Amor

É bem mais do que pediu:
Um dia de sol, milhões de mundos no olhar
Eu queria estar assim
Mas, que ilusão...
Será preciso encontrar
A mim, só resta esperar

Já não há outro assunto
Traz uma foto junto
Lá vai ele e o seu terno Amor

4 comentários:

Tavareli disse...

Interessante xD.

MaxReinert disse...

ah pois.. é esse é o Brasil... mais contrastes impossível!!!

Gilgomex™ disse...

ainda bem que aqui na minha cidade os fogos começam só ao meio dia...
pois dizem que a imagem foi encontrada nessa hora e tals...

sobre os presentes do dia das crianças... tb achei que ía ganhar.
afinal minha própria mãe sempre diz que nós seremos sempre crianças pra ela...

mas acho que só rola isso na real quando é hora de dar bronca... presente não conta.

PS: acho que nem todas as crianças são felizes neste dia, mas nem por isso devem ficar tristes pensando nas que não são.

PS 2: vou tentar conhecer um pouco o trabalho dessa banda aí...

B disse...

Po Van, nao vou mentir q tb nao m acostumo, sempre acordo c um susto por conta desses malditos fogos... E a musica é massa msm, a minha preferida é: "Mesmo eu estando do outro lado". Bjao Amoreco!